13º Congresso Cearense de Pediatria

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ESTAGIO NA EMERGENCIA PEDIATRICA DE UM HOSPITAL DE BARBALHA, CEARA: UM RELATO DE EXPERIENCIA

Introdução

Os estágios extracurriculares contribuem para melhorar o desempenho na vida acadêmica e na atuação profissional. Portanto, a experiência na emergência pediátrica auxilia quanto à investigação diagnóstica, e quanto às práticas médicas e condutas voltadas para a assistência emergencial e ambulatorial infantil.

Objetivos

Relatar uma experiência vivenciada por acadêmicos de medicina em estágio na emergência pediátrica de um hospital de Barbalha, Ceará.

Relato de Experiência

O estágio realizado na Emergência Pediátrica do Hospital de referência de Barbalha, interior do Ceará, desempenhado por acadêmicos de Medicina da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte (ESTÁCIO) durante o período de setembro/2018 a abril/2019, abrangeu o atendimento emergencial infantil. As queixas mais frequentes se enquadravam no espectro das infecções de vias aéreas superiores (IVAS), pneumonias, crises de asma, queixas gastrintestinais, além de infecções do trato urinário (ITU). Observou-se que as orientações quanto às medidas preventivas de quadros refratários e a instituição de intervenções apropriadas, por meio da escolha do medicamento adequado e da utilização de medidas imediatas no caso de doenças graves, têm notável contribuição para evitar a ida repetitiva à emergência. Foi possível testemunhar a cooperação entre os médicos e os demais profissionais durante a assistência ao paciente, observando as condutas terapêuticas apropriadas para cada enfermidade. Foi de grande valia o aprendizado oferecido pelos profissionais experientes na área quanto às condutas adequadas e os principais erros na prática assistencial pediátrica, ressaltando as vantagens e desvantagens da vivência no cuidado infantil.

Reflexão sobre a experiência

As queixas constantes na emergência pediátrica constituíam-se de doenças comuns e de fácil manejo terapêutico. Portanto, é importante orientar os pais e responsáveis sobre os principais sintomas e sinais de alerta para gravidade e quanto à necessidade de encaminhamento para a emergência pediátrica.

Conclusões ou recomendações

A vivência neste estágio permitiu agregar conhecimentos sobre as principais condutas em pediatria de emergência e sobre a continuação do cuidado ambulatorial.

Palavras-chave (máximo 5, de acordo como DeSC)

Palavras-chave: pediatria, assistência ambulatorial, condutas terapêuticas.

Área

Emergência

Autores

ALICE LIMA DE OLIVEIRA, MARCÍLIA KELLY PARENTE FEITOSA DIOGENES, CICERA LUANA CRUZ TAVARES