13º Congresso Cearense de Pediatria

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

HERNIA DIAFRAGMATICA CONGENITA: RELATO DE CASO

Introdução

A hérnia diafragmática congênita (HDC) é a falha do fechamento embrionário do músculo diafragmático, resultando em um defeito de continuidade, com potencial migração torácica de estruturas abdominais em formação.1,2 As HDC são observadas em 1 de cada 2000-4000 nascidos vivos. 84% das hérnias são do lado esquerdo, 13% são do lado direito e 2% bilaterais³.

Objetivos

Relatar o caso de um recém nascido com hérnia diafragmática congênita descoberta após o nascimento.

Relato do caso

RN, nascido de parto cesariana devido polidrâmnio e restrição do crescimento intrauterino, com idade gestacional de 36 semanas e 2 dias e peso ao nascer de 1736 gramas. APGAR: 0, 3, 5. Ao exame, cianótico, sem tônus e sem choro ou respiração. Reanimado com ventilação com pressão positiva e intubado em seguida. Saturação: 80% e frequência cardíaca de 158 bpm. Realizada radiografia de tórax, que demonstrou presença de alças intestinais em hemitórax esquerdo e desvio do mediastino para a direita limitando a expansão do pulmão direito. Encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e solicitada vaga em hospital de referência em cirurgia pediátrica. Foram iniciadas drogas vasoativas após parada cardíaca. Reanimado por 25 minutos, porém vindo a óbito com 24 horas de vida. De antecedentes gestacionais, a genitora realizou 7 consultas de Pré-Natal. À ultrassom obstétrica realizada no serviço, 1 dia antes do parto, foi observado feto cefálico, polidrâmnio e doppler de artéria cerebral média demonstrando redistribuição de fluxo. Não houve descrição de alterações anatômicas.

Discussão

O diagnóstico pré-natal de HDC precoce é importante no aconselhamento familiar em relação a opções de tratamento e expectativa quanto ao problema vivenciado e na possível transferência para centros especializados caso seja necessários4.

Conclusões

A ausência de correção cirúrgica em tempo hábil e o desconhecimento por parte da equipe do diagnóstico do recém nascido impacta negativamente na sobrevida do paciente.

Palavras-chave (máximo 5, de acordo com o DeSC)

: Hérnia Diafragmática, Gravidez, Parto prematuro, Maternidades, Morte Fetal.

Área

Neonatologia

Autores

Isabelle De sousa Fonteles, Madelline Alves Vasconcelos, Idália Pimenta Felício Saldanha, Maria Luisa Coelho Miranda, Iara Tomaz Parente, Juliana Bezerra Martins