13º Congresso Cearense de Pediatria

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

RELATO DE CASO DE DOENÇA CISTICA PULMONAR

Introdução

Cisto pulmonar é caracterizado por apresentar formato arredondado de espessura variável composto por parede fibrosa ou epitelizada. Malformações congênitas, embora raras, são relacionadas às alterações císticas pulmonares em lactentes. A etiologia desse grupo de doenças é composta por malformação adenomatóide cística congênita, enfisema lobar, cisto broncogênico e seqüestro pulmonar. Sua sintomatologia depende da idade, localização, com predomínio de quadros respiratórios, sendo importante investigação diagnóstica precoce e tratamento para evitar complicações.

Objetivos

: Relatar caso de doença cística pulmonar em um lactente.

Relato do caso

Lactente masculino, 3 meses, buscou atendimento por estar há 5 dias com febre, tosse e dispneia. Prematuro de parto vaginal com necessidade de O2 por 3 dias. Exame laboratorial: leucocitose com desvio à esquerda e elevação de provas inflamatórias. Radiografia de tórax: múltiplas lesões císticas bem delimitadas, sem nível hidroaéreo em base de HTE. Encaminhado para HGWA com hipótese diagnóstica de pneumonia grave, em uso de ceftriaxona e oxacilina. Radiografia com contraste oral: sem desvio de captação para tórax. TCAR: focos consolidativos e formações císticas de paredes espessas e contornos irregulares em lobo inferior esquerdo, a maior: 3,9x3,6cm. Apresentou melhora clínica, sendo decidido por encaminhamento ambulatorial para decisão cirúrgica em hospital de referência.

Discussão

Devido potencial de complicações dos cistos pulmonares, faz-se necessário o diagnóstico precoce. Além de possuir várias etiologias, apresenta diagnósticos diferenciais, como neste caso apresentado, onde foi levantada hipótese de hérnia diafragmática, devido semelhança em radiografia. Entretanto, com realização de exames adequados, é possível realizar diferenciação de tais diagnósticos.

Conclusões

Apesar de atualmente existirem técnicas diagnósticas avançadas, ainda são diagnosticados tardiamente, gerando complicações. Tendo em vista estas, faz-se necessário acompanhamento dos pacientes portadores, para avaliar necessidade cirúrgica e qual seria o melhor momento para abordagem, tendo sido esta conduta para adota para o paciente descrito.

Palavras-chave (máximo 5, de acordo com o DeSC)

CISTO PULMONAR, DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL, RADIOGRAFIA

Área

Pneumologia

Autores

Beatrice Sombra Olinda, Caio César Otôni Espíndola Rocha, Bernardo Rodrigues De Paiva Júnior, Matheus Feitoza Gomes