13º Congresso Cearense de Pediatria

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PARTICIPAÇAO DA FAMILIA COMO POTENCIALIZADOR DA SEGURANÇA DO PACIENTE EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: RELATO DE EXPERIENCIA

Introdução

A segurança do paciente é um conjunto de ações voltadas à sua proteção contra riscos, eventos adversos e danos desnecessários durante a atenção prestada nos serviços de saúde¹. Em 2013, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) com intuito de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde, em todos os estabelecimentos de saúde². Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), um dos objetivos específicos do PNSP é envolver os pacientes e familiares nas ações de segurança Do paciente¹.

Objetivos

Descrever a experiência de extensionistas do Núcleo Acadêmico de Enfermagem Clínica (NAEC) ao acompanhar o plantão de profissionais de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) quanto à participação da família na segurança do paciente.

Relato de Experiência

Durante o programa de preceptoria promovido pelo NAEC em uma UTIN de um hospital de Fortaleza, em março e abril de 2019, os discentes perceberam um rico conhecimento dos profissionais da unidade sobre segurança do paciente, em especial os enfermeiros que tiveram papel motivador na participação da família em promovê-la.

Reflexão sobre a experiência

Observando as orientações e informações compartilhadas entre profissionais de enfermagem e familiares, percebeu-se que a parceria entre a equipe de saúde e família pode ser o diferencial na evolução e segurança do paciente, tanto como os registros pelos profissionais no prontuário, visto que a troca de conhecimento, independentemente de seu grau de complexidade, pode ser decisiva no que se refere à proteção do paciente, em seus diversos âmbitos.

Conclusões ou recomendações

As experiências motivadas, de forma crítica pelos preceptores, estimulam o conhecimento sobre Segurança do Paciente com participação familiar efetiva, assim como revelou a relevância do trabalho em equipe entre acompanhantes e profissionais de saúde. Igualmente, observou-se a participação da família como um potencializador da segurança do paciente na UTIN.

Palavras-chave (máximo 5, de acordo como DeSC)

Unidades de Terapia Intensiva Neonatal. Segurança do Paciente. Relações Profissional-Família. Enfermagem.

Área

Neonatologia

Autores

ANA BARBOSA RODRIGUES, LARA MARIA NOGUEIRA DE MESQUITA, SARA GERMANA PEREIRA DA SILVA, PALOMA MOREIRA DE OLIVEIRA, ZÉLIA GOMES MOTA, REGINA CLÁUDIA MELO DODT